e-commerce qual a melhor plataforma

Principais erros dos clientes

Reduzir risco = reduzir investimento, correto? 🤔

Você decidiu iniciar um projeto no ambiente online, mas agora a sua preocupação é com o orçamento para reduzir os riscos do projeto, não é isso?

Provavelmente, esta é uma ideia presente na cabeça da maioria das pessoas, no entanto existe algo contra-intuitivo nesse processo de decisão: Contratar a agência mais barata ou o “freela”, vai aumentar suas chances de fracasso! Você paga barato e consequentemente tem uma entrega barata, porém o barato saiu mais caro ainda, pois você perdeu dinheiro, tempo, se frustrou, e o seu concorrente aproveitou a oportunidade que você teria aproveitado!

Redução de risco = redução de erros = conhecimento!

Na maioria dos casos em que esse prejuízo se concretiza, isso acontece motivado pela falsa premissa de que baixo risco é igual a baixo custo, no entanto para o seu projeto dar certo você precisa de foco na solução antes do custo. Se você não focar na solução e em quem vai entregá-la, você não vai ter resultado; e a forma de você chegar até a solução é decidir por QUEM entrega O QUÊ você precisa, exatamente da forma COMO você precisa.

E o barato saiu caro! muito caro!

Sem esse mindset, o que vai conseguir é:

  • Perder tempo e dinheiro;
  • Frustração e irritação com fornecedores que cobram pouco e entregam pouco;
  • Dar frente de mercado aos seus concorrentes e deixar de aproveitar oportunidades;
  • Transformar investimento em despesa;
  • Prejudicar a marca e o crescimento em potencial;
  • Frustração e desânimo com o projeto e o ambiente online (isso é o pior pois você pode estar deixando bastante dinheiro na mesa se o seu projeto for viável).

Não existe negociação com o fracasso!

Sejam p/ vencer ! Abraços!

e-commerce qual a melhor plataforma

Principais problemas com agências

Escolhendo agência de Marketing Digital

Dificilmente os projetos no ambiente online se iniciam com uma equipe 100% própria. Além de ser extremamente caro, envolve a necessidade de outros profissionais como gestores de projetos que precisam falar tanto a linguagem comum do dia a dia, quanto a linguagem técnica dos programadores, para que não hajam prazos esticados de forma desnecessária e consequente desperdício de tempo, dinheiro e perda de oportunidades. Com isso, torna-se comum a busca por agências parceiras, no entanto, quais os principais problemas e cuidados que preciso ter para contratar essas empresas? Vamos falar de modo rasgado abaixo, então vem com a gente….

Critérios para definição de escopo do projeto

A primeira e principal coisa que você precisa ter em mente é que, a maioria das agências vão te oferecer somente o que elas dominam em termos de tecnologia e conhecimento, e não o que você precisa para ter a melhor configuração de projeto! Logo você precisa fazer as perguntas certas para evitar de fazer uma contratação errada. Seguem algumas abaixo:
1 – Por quê você escolheu essa tecnologia?

2 – Quais funcionalidades estão inclusas no escopo?

Essas duas perguntas tem como objetivo te mostrar se de fato houve uma preocupação em te entregar uma ferramenta que seja feita para o seu cliente alvo comprar, e não somente um site qualquer para você TENTAR vender online.

Experiência e pensamento estratégico

Dito isso podemos destacar mais dois pontos para você se atentar:

1 – Agências inexperientes: A barreira de entrada para serviços de tecnologia e marketing digital é baixa, e você precisa avaliar quem são os parceiros que realmente possuem maturidade mercadológica e domínio sobre estratégia, além das ferramentas.

2 – Falta de entendimento sobre negócios: Muitas pessoas acreditam que para o trabalho ser feito basta apertar botões, mas na prática não é bem assim. Se não houver pensamento estratégico para avaliar as hipóteses de acordo com cada modelo de negócio, você ficará patinando sem entender “o quê” está dando errado para ser ajustado e assim caminhar em frente.

Sejam p/ vencer! Abraço!

e-commerce qual a melhor plataforma

Entrando no ambiente online – Como escolher a melhor tecnologia?

Tecnologia e Marketing Digital

É comum surgirem dúvidas e inseguranças na escolha da melhor tecnologia para se utilizar nos projetos, no entanto é possível estabelecer filtros e prioridades que mitigam o risco da escolha errada, e vamos falar sobre elas de imediato logo abaixo.

O foco no cliente para a decisão assertiva…

A primeira coisa que se precisamos ter em mente, é que será desenvolvida uma ferramenta para um cliente, então no caso de um ecommerce por exemplo, temos que nos atentar que estamos desenvolvendo uma ferramenta de compra para um grupo de clientes, antes de desenvolvermos uma ferramenta de venda para uma empresa. Se essa ferramenta não possuir as funcionalidades adequadas para o cliente comprar de forma fácil, rápida, segura e intuitiva, ele simplesmente vai comprar com seu concorrente. Entendendo quais funcionalidades precisamos, a escolha da tecnologia fica menos complicada. Logo, temos 2 filtros estabelecidos:


1 – Foco no cliente ao invés da tecnologia que vai ser mais barata para a empresa;
2 – Quais funcionalidades precisamos no site e qual tecnologia oferece isso com menor custo? (benchmark nas empresas que já possuem a funcionalidade para descobrir qual tecnologia utilizam).

Tecnologia não é tudo igual!

Vale ressaltar que código não é commodity, e por mais que haja vários fornecedores que dominam a mesma tecnologia, é comum encontrar iniciantes com conhecimento limitado que irão te entregar uma ferramenta problemática. 

Principais filtros para vencer no ambiente online!

Com isso temos 3 critérios estabelecidos:

1 – Foco no cliente

2 – Funcionalidades! Quais que precisamos para fazer o cliente comprar o mais fácil e rápido possível? Qual tecnologia me possibilita ter estas funcionalidades ?

3 – Como a ferramenta será desenvolvida? Quem é o parceiro que possui mais conhecimento e me passou mais confiança?

Podem utilizar esses filtros que com certeza isso irá apontar os locais onde você teria problemas!

Sejam p/ vencer! Abraço!

pexels-photo-1046151

Live Commerce: Modelo movimentou centenas de bilhões em 2020

Neste artigo, vamos mostrar que o modelo de Live Commerce já era muito utilizado no nicho da moda, portanto, nos últimos meses se expandiu e tomou conta de outras áreas. Desta forma, o modelo vem revolucionando a maneira de vender online, principalmente durante a pandemia.

O que é Live Commerce?

Trata-se de um modelo que alia o audiovisual ao trabalho de atendimento ao cliente. 

Quer dizer que são lives que proporcionam aos consumidores uma experiência mais agradável, com respostas às dúvidas a respeito do produto, visualização mais clara do que por uma imagem ou vídeo gravado, e a possibilidade de comprar o produto direto da plataforma de streaming.

Carros, produtos de beleza, de decoração, eletrônicos, etc. Além desses, vários outros nichos se beneficiaram do novo modelo, dada a necessidade de adaptação na pandemia.

Origem

Na China, onde foi criado, o modelo movimentou em torno de $200 bilhões durante o ano de 2020. E estima-se, de acordo com uma pesquisa feita pela Research and Markets, que o Live Commerce movimente muito mais nos próximos anos.

Live Commerce movimentou bilhões

A plataforma Mimo trouxe o modelo de Live Commerce para o Brasil e já atraiu marcas como a Ri Happy e a Dolce & Gabana. 

A Givenchy  também resolveu experimentar o modelo de Live Commerce, e no início do ano fez uma live apresentando produtos de maquiagem e skin care. 

A Dermage, empresa dermocosméticos brasileira, fez um lançamento que contou com a presença de dermatologistas e também de especialistas em cuidados com a pele e em 1 hora hora teve 3 mil acessos. 

Segundo a coordenadora de marketing da empresa, o faturamento das vendas nos canais online dobrou naquele dia.

O modelo iniciou uma nova fase do e-commerce mundial. É a tecnologia novamente se aliando à comunicação para entregar uma experiência melhor para as pessoas, levando direto até elas aquilo que desejam comprar.

Para mais conteúdos acesse: https://agenciabtw.com.br/blog

pexels-photo-265087

O que é marketing digital e como pode me ajudar a vender mais, mais rápido?

Mesmo com a internet sendo tão acessada hoje em dia, você acredita que ainda assim o número de pessoas online cresce muito a cada dia?

Fato é que o uso contínuo e constante da internet diariamente é uma realidade vista por todos os lados, onde quer que seja as pessoas estão conectadas, basta ver a quantidade de cabeças abaixadas olhando a tela de um smartphone e outros dispositivos móveis.


Com isso, cada dia que passa o marketing off-line ou como chamamos marketing tradicional perde força e se torna menos eficiente do que antes.


Marketing sempre foi uma área de estudo que visa conectar seu negócio, sua empresa ao seu público e a seus clientes no local certo, na hora certa. Hoje a probabilidade de que isso seja realidade muito mais rápido é justamente onde as pessoas mais gastam tempo, adivinhe? Na internet.


Entra em jogo então o Marketing Digital, em outras palavras, toda a forma de marketing que existe online.


Dentre alguns destes canais podemos citar os mecanismos de busca (Google), que levam sua empresa exatamente ao ponto quando o usuário já escreveu exatamente o que procura, as Redes Sociais (Facebook, Instagram) que levam seu negócio até clientes direcionados, baseado no seu comportamento anterior e seus interesses, o E-mail, que é a ferramenta mais utilizada hoje para passar uma mensagem, seja pessoal ou profissional, Websites voltados para converter visitantes em clientes, receber contatos comerciais, atuando como um cartão de visitas online.


Então como a Agência Between pode me ajudar a vender mais?



Através de uma imersão no seu modelo de negócio e seus objetivos, levantamos a estratégia de abordagem em cada um destes canais, definimos seus clientes em personas (grupos de clientes em potencial com comportamentos em comum) então subimos as campanhas, captamos estes contatos, fazemos uma abordagem de qualificação e real interesse do cliente, que são então enviados ao seu time para o fechamento do negócio. Em seguida dados são captados e utilizados na tomada de decisão e otimização constante destas campanhas, visando aprimorar cada vez mais os resultados.

Mas há ainda neste processo o funil de vendas, que define quais as estratégias adequadas para cada etapa no processo de decisão de compra/contratação pelos seus clientes. Para saber mais sobre o funil de vendas online e como nutrimos o cliente até o fechamento, leia em breve nosso artigo: Funil de vendas online: Como funciona o processo de qualificação de clientes pela Agência Between.